Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até aqui, as remunerações auferidas pelos membros dos orgãos sociais, eram tributadas em segurança social com um máximo de 12 IAS (Indexante de Apoio Sociais) - que neste momento se cifra nos 419,22 Euros.

 

Com o Orçamento de Estado para 2014, Lei n.º 83-C/2013, de 31 de dezembro, o Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social sofreu esta alteração.

 

Assim até 2014 o máximo de segurança social dum gerente incidia sobre 5.030,64; a partir de agora incide sobre o valor real de remunerações.

 

A tabela abaixo exemplifica o impacto que esta alteração tem numa remuneração de 7.500 Euros.

 

Para o mesmo vencimento o trabalhador passa a receber menos 272 Euros por mês, e a empresa a pagar mais 590 Euros por mês de segurança social. No total do ano a Segurança Social arrecada mais 12.000 Euros - 3,8k por redução do vencimento do gerente e 8,2k por aumento do custo da empresa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog